Como os valores podem impactar no sucesso das empresas?

Por Maria Helena Simões de Carvalho


Vamos aproveitar a obra de Richard Barrett – Organização dirigida por valores – para muitas e valiosas reflexões.

Sublinha o autor em questão que a alta performance empresarial é resultado do total engajamento dos líderes, proporcionando uma série de aspectos a serem considerados nesse processo. Destaca entre diversos pontos o peso dos valores – que devem ser claros e praticados – como geradores de autonomia o que dá fluidez a tomada de decisão.

Salienta que nas organizações pautadas em valores as mudanças são processos contínuos. Importante partir trabalhando a dimensão individual e desta para a coletiva, tanto nas esferas internas quanto externas. Quando o individuo trabalha suas questões internas os reflexos no entorno são muito mais concretos. Assim todos juntos transformam a empresa e nessa caminhada a maior beneficiada será a sociedade.

O alinhamento individual e do time em torno dos valores culturais, da visão e missão proporciona a percepção clara dos comportamentos desejados e as razões para mudanças.

Um alerta ultra pertinente é que de nada valerá ser apenas uma compreensão intelectual. Deve estar incorporada no dia a dia da empresa e de todos – líderes e equipes.

No livro Barrett apresenta os 7 níveis de consciência da liderança, que sintetizamos abaixo, estimulando uma reflexão profunda a respeito. Desde já importante interagir com cada item apresentado – questionando como está sua realidade em cada nível:

1) Sobrevivência - muito focado no resultado financeiro tende a uma postura mais coercitiva, o tempo todo insatisfeito com os números comprometendo a confiança da equipe;

2) Relacionamento - tendência ao paternalismo que atrapalha muito por estar sempre controlando a todos, impedindo o fluir dos dons e talentos individuais e da equipe;

3) Autoestima - focado em querer ser o melhor tende a praticar o controle em demasia, tornando a equipe mais dependente;

4) Transformação - busca consenso e compartilhamento de decisões – passa a gerar confiança facilitando o comprometimento e busca de novas ideias

5) Coesão Interna - todos inspirados por valores, missão, visão alinhados – resultados beneficiam o interesse comum. Todos buscam contribuir com seu melhor;

6) Fazer a diferença - empenho dentro e fora da organização, beneficiando a comunidade interna e externa – Tem o objetivo de realmente alavancar as competências de todos;

7) Serviço - transcendem ao compreender as conexões de toda atuação em prol de um mundo próspero e ético, construindo um legado, sendo genuinamente um líder educador consciente.

A organização é o espaço propício para germinar os valores identificados e pactuados onde as pessoas possam se engajar e comprometer-se. O respeito como prática natural dos líderes e, consequentemente, suas respectivas equipes.

Uma questão crucial precisa ser levada em conta: COMO chegar lá??? Um caminho será garantir que todos tenham acesso a ferramentas que os leve a autocompreensão (entender a si mesmo, seus modelos mentais) para alcançar o fortalecimento pessoal, a maturidade emocional. Todo esse processo resultará na intensificação da cognição, ampliando a consciência.

Vale conhecer o Jogo do PIL que foi totalmente construído para que cada um possa se compreender como individuo completo e inteiro – amadurecer como ser humano e efetivamente construir a interdependência saudável.

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo